Migração para serviços digitais turbina crescimento de empresas de tecnologia

Soluções em nuvem, ferramentas de videoconferências para home office, educação a distância e plataformas são as mais buscadas para empresas manterem atividades em meio a pandemia

29.09.2020

A chegada da pandemia global da Covid-19, decretada em março, transformou o cotidiano do mundo. Aulas foram suspensas, o comércio foi fechado e empresas tiveram que se adaptar, rapidamente, ao trabalho remoto. Com isso, empresas, escolas, instituições e até mesmo o governo passaram a usar serviços digitais para manter suas atividades. A Teltec Solutions, empresa integradora de tecnologia e parceira de gigantes como Cisco e Microsoft, apontou um crescimento de 35% na demanda por serviços digitais no segundo trimestre de 2020 em comparação ao mesmo período do ano passado. Dentre eles, estão soluções para home office, de segurança, para continuação dos negócios a distância (como plataformas de videoconferência), produtividade e serviços de cloud.

Para o diretor geral da Teltec, Diego Ramos, com a pandemia causada pelo coronavírus, a transformação digital foi acelerada em diversos segmentos, dando tempo de organização à nova realidade e a possibilidade de continuar as operações, mesmo em meio ao cenário de instabilidade. "Esses serviços recorrentes foram puxados, principalmente, pela movimentação das empresas de encaminharem seus colaboradores para o home office, buscando a continuidade dos negócios, com a preocupação com a segurança, colaboração e operações. Sob diversos aspectos, a nuvem é o carro chefe dessa transformação", explica.

Essa mudança gera uma sequência de adaptações, como disponibilizar arquivos em nuvem, para poderem ser acessados de casa. Segundo a Microsoft, empresa da qual a Teltec é parceira para serviços no Brasil, de abril a junho de 2020 a plataforma de cloud Azure teve um crescimento de 47% de demanda, em comparação ao mesmo período do ano passado. 

Um exemplo de empresa que migrou para a cloud é a Editora do Brasil (EBSA), produtora de conteúdo para estudantes da Educação Infantil, Ensino Fundamental I e II e Ensino Médio. Apesar de a mudança ter sido feita pouco antes do decreto de distanciamento, a continuação dos trabalhos da empresa só foi possível pela digitalização. A migração do Data Center On-premises da EBSA para a nuvem da Azure trouxe economia e agilidade para a editora. "Precisávamos levantar uma segunda instância para rodar um produto novo que iríamos lançar. Junto com o pessoal da Azure, conseguimos levantar em 15 minutos, coisa que nós não conseguiríamos fazer nunca usando os recursos internos", avalia Antonio Marcos Gonçalves, Gerente de 
Tecnologia da Editora do Brasil.

Com 29 anos de mercado e mais de 800 clientes, a Teltec Solutions oferece soluções para os mais diferentes cenários em todo o território nacional. Sediada em Florianópolis (SC) e filiais em Brasília (DF) e São Paulo (SP), conta com parcerias estratégicas de grandes players mundiais do mercado de TI, como Cisco, Amazon, Axis, Citrix, Palo Alto, Vmware, NetApp e IBM. Em agosto, conquistou o Licensing Solution Provider (LSP), o mais alto nível de parceria com a Microsoft, o que a torna apta para atender clientes de todos os tamanhos no território brasileiro. O anúncio também veio acompanhado da autorização para que a empresa seja Government Partner (GP), podendo atender licitações também na esfera pública.

Aceleração da transformação digital - A transformação digital é algo que, inevitavelmente, já aconteceria, independentemente do coronavírus. Porém, a necessidade do processo se tornou ainda mais clara com o momento atual. Muitas empresas e organizações precisaram buscar soluções que dessem a possibilidade de continuarem seus negócios mesmo em meio à pandemia. É essa a percepção de César Schmitzhaus, diretor de Tecnologia e Inovação da Teltec Solutions. "Nesse período em que todos precisaram ir para casa, ajudamos vários governos estaduais, órgãos públicos e empresas a se organizarem ao momento, quando estava mais crítico", conta o diretor.

Schmitzhaus aconselha, ainda, que, para a transformação digital, "uma das principais questões é que a alta gestão da empresa consiga ver que a TI precisa ser estratégica e não apenas como um setor operacional ou para apagar incêndios", orienta. Com o surgimento de novas tecnologias, os profissionais precisam estar atentos às inovações que podem significar a sobrevivência dos negócios. Cuidados com ferramentas de engajamento e segurança são exemplos que se destacam nesse sentido.

Durante a pandemia, os ataques cibernéticos tiveram um aumento de 300%, já que redes domésticas são mais vulneráveis. Um dos projetos de segurança realizados pela Teltec no setor público foi no Tribunal de Justiça do Estado do Ceará, onde o aumento dos serviços disponíveis de forma digital para o acesso de advogados, defensores e magistrados, faz com que milhares de informações sejam alvos cobiçados para criminosos virtuais.

A "virada", parte mais crítica da migração, ocorreu em apenas quatro horas. A tradução das normas de um sistema para outro de forma prévia fez com que os usuários internos e externos fossem minimamente impactados com a ação. "A grande vantagem da solução de Firewall da Palo Alto Networks é que ela é capaz de rodar com toda a sua capacidade, mesmo com todos os seus recursos ativados. Isto quer dizer que o seu desempenho não será afetado com a alocação de outras funcionalidades", explica Rafael Araújo, diretor de Negócios da Teltec Solutions.

Retomada do Varejo - De acordo com um levantamento da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), a crise ao comércio brasileiro causou uma perda de R$ 124,7 bilhões (cerca de 56% do faturamento anual) em sete semanas - entre 15 de março e 2 de maio. Para atender a uma necessidade de mudança de paradigma, a Teltec Solutions desenvolveu o Store Automation Management (SAM). A solução oferece ao varejista diversas possibilidades de automatizar a operação de loja, gerando mais inteligência de dados. É possível, ainda, monitorar em tempo real a quantidade de pessoas próximas a um caixa, por exemplo, e automatizar uma ação na frente da loja. Isso acontece por conta da integração com sensores, gerando maior eficiência operacional. Desenvolvido totalmente em ambiente Cloud, o SAM utiliza tecnologias Cisco, com a possibilidade de integração a outros sistemas, tais como sensores de ambiente e plataformas de marketing. O Store Automation Management foi vencedor do programa Brazil Innovation Challenge for Partners (BIC), da Cisco, nas categorias de melhor projeto para Varejo e primeiro lugar geral.

Para Lucio Leite, Diretor de Transformação Digital & Líder para os Negócios de Varejo da Teltec Solutions, e Diretor Institucional do Instituto Brasileiro de Executivos do Varejo (IBEVAR), o uso de ferramentas tecnológicas é o caminho para esse restabelecimento. "O Varejo Inteligente usa ferramentas em que é possível engajar o cliente em tempo real. O consumidor está mudando o comportamento, e o setor precisa acompanhar essa mudança. Ele passa menos tempo na loja, mas compra mais, porque chega ao estabelecimento já sabendo o que quer comprar", explica Leite.

Fonte: Assessoria de imprensa

Voltar ao Topo

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Envie sua notícia

47992624189

© 2019 SANTA CATARINA NEWS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
Livre reprodução, transmissão ou redistribuição dos conteúdos sem edição. Pede-se a citação do crédito.

Site desenvolvido por: