Janeiro Branco: fique atento aos cuidados com a saúde mental

Psicóloga ensina dicas para lidar com sentimentos ruins, como raiva, tristeza e medo

08.01.2021

Cuidar da saúde mental sempre foi essencial para o bem-estar e a qualidade de vida. Neste momento, após um ano de grandes desafios e adaptações advindos da pandemia de covid-19, esse cuidado se faz ainda mais importante. Desde 2014, a campanha Janeiro Branco é dedicada à conscientização e à promoção da saúde mental. O mês de janeiro foi propositalmente escolhido por ser um mês que simbolicamente representa um novo começo, momento em que as pessoas costumam refletir sobre a própria vida.

A psicóloga Patrícia Sanches incentiva que se aproveite esse convite para olhar para as próprias emoções sem preconceito, acolhendo os sentimentos “ruins”, como raiva, tristeza, medo. “A tendência costuma ser reprimir essas emoções, pois não somos ensinados a olhar para o que sentimos. Então, demonstrar emoções que geram algum tipo de desconforto pode parecer sinal de fragilidade”, explica a profissional do Programa SUA Saúde, iniciativa da Fundação Celesc de Seguridade Social (CELOS) de incentivo à qualidade de vida e à promoção da medicina preventiva.

Os transtornos psiquiátricos estão entre as principais causas de dificuldades funcionais em jovens, conforme a Organização Mundial de Saúde (OMS). “Além das dificuldades em lidar com as situações comuns do dia a dia, os transtornos relacionados à saúde mental elevam o risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares e diabetes”, alerta Patrícia.

Estudos apontam que o ritmo acelerado no qual vivemos pode contribuir, a longo prazo, para o desenvolvimento de transtornos mentais como ansiedade e depressão. “Por isso, desconecte-se. Lembre-se de separar uma hora por dia para passear ao ar livre, ler um livro, meditar, tirar uma soneca. Dê um descanso para sua mente”, aconselha a psicóloga.

Patrícia explica que estar em conexão consigo mesmo é essencial para reconhecer suas necessidades e desejos. “Procure se conhecer melhor a cada dia e seja gentil com você e com a sua história. Dê tempo para que esse autoconhecimento aconteça. Busque ressignificar aquilo que acontece em sua vida. Você pode escolher a forma que vai lidar com as suas dificuldades”, ensina.

A profissional do Programa SUA Saúde da CELOS reforça que saúde mental é coisa séria e precisa de cuidados. “Você pode encorajar o diálogo entre seus amigos e familiares referente a esse assunto, tendo empatia e auxiliando alguém que precisa na busca por um profissional de saúde mental”, completa.

Voltar ao Topo

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Envie sua notícia

47992624189

© 2019 SANTA CATARINA NEWS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
Livre reprodução, transmissão ou redistribuição dos conteúdos sem edição. Pede-se a citação do crédito.

Site desenvolvido por: