Dia Mundial do Coração: controle dos níveis de colesterol ajuda a evitar problemas cardiovasculares

Brasil registrou aumento de 31% no número de mortes por doenças cardiovasculares

26.09.2020

Joinville, setembro de 2020 - O 29 de setembro é o Dia Mundial do Coração. A data reforça os cuidados para evitar problemas cardiovasculares. Estudo da Circulation: Cardiovascular Quality and Outcomes aponta que indivíduos com riscos de problemas cardiovasculares tiveram mais infartos do miocárdio e acidentes vasculares cerebrais (AVC) quando não realizaram o tratamento para equilibrar o colesterol "ruim", conhecido como LDL. Segundo o Portal da Transparência, o Brasil registrou um aumento de 31% no número de mortes por doenças cardiovasculares neste ano. 

Myrna Campagnoli, diretora médica e endocrinologista do Ghanem Laboratório - que integra a Dasa -, explica que é importante verificar as subfrações do colesterol, pois o risco cardiovascular pode estar diretamente ligado a essas análises. ""O colesterol alto é um dos responsáveis pelo AVC (derrame) e infarto pois ajuda a formar placas de gorduras que podem ocasionar o entupimento dos vasos. Dessa forma, o melhor jeito de cuidar do coração é estar atento a outros fatores como alimentação balanceada, prática de atividades físicas e exames regulares", explica.  

Dentre os exames que avaliam a saúde cardiovascular, além daqueles que checam os níveis de colesterol total e frações no sangue, o Cardio ID, análise de subfrações do colesterol, pode contribuir com mais informações sobre o colesterol, atuando na prevenção e fazendo a análise de risco cardiovascular. O exame avalia os níveis de lipoproteína A, apolipoproteína B e análise do subfracionamento de lipoproteínas. "O laudo deste exame traz informações que estratificam o risco de doenças cardiovasculares, permitindo implementar ações para a prevenção do infarto do miocárdio, angina, AVC ou trombose venosa, assim como problemas cerebrovasculares e renais. O Cardio ID é interessante para os pacientes que não apresentam alterações no LDL (colesterol ruim) e nem HDL (colesterol bom), mas que mesmo assim possuem risco cardíaco", conta Myrna.  

Pacientes com doenças cardiovasculares também estão no grupo de risco para a COVID-19, cuja mortalidade chega a ser três vezes maior se comparada à população. "Além dos cuidados com o controle do colesterol, atualmente os pacientes com problemas cardíacos precisam estar atentos aos cuidados de higiene como forma de se precaverem em relação à COVID-19", finaliza Myrna.  

SOBRE O GHANEM 

O Ghanem Laboratório atua em Joinville e região oferecendo atendimento laboratorial personalizado aos seus pacientes. Para acolher com carinho e exclusividade mulheres e gestantes foi criado o Ghanem Mulher. Os exames realizados em crianças e seus responsáveis podem ser feitos no Ghanemzinho, que conta com uma unidade toda personalizada com a turma do Scooby-Doo. E o Laboratório Popular oportuniza preços diferenciados com a Qualidade Ghanem. O laboratório Ghanem integra a Dasa, líder brasileira em medicina diagnóstica e maior empresa do setor na América Latina, rede que processa 250 milhões de exames por ano, atendendo mais de 20 milhões de pessoas em todo o país, com um portfólio de mais 2.500 tipos diferentes de exames.

Fonte: Assessoria de imprensa

Voltar ao Topo

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Envie sua notícia

47992624189

© 2019 SANTA CATARINA NEWS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
Livre reprodução, transmissão ou redistribuição dos conteúdos sem edição. Pede-se a citação do crédito.

Site desenvolvido por: