Santa Catarina pretende capacitar profissionais dos municí­pios para acolher imigrantes

A Assistência Social do Estado de Santa Catarina pretende fortalecer o suporte oferecido por serviços como o Cras (Centros de Referência de Assistência Social) e o Creas (Centros de Referência Especializado em Assistência Social) para atender imigrantes que chegam a Santa Catarina. A promessa é de que a capacitação comece no segundo semestre de 2019.

A pasta também estuda parceria com universidades, para que imigrantes encontrem serviços de tradução. Segundo a secretária Maria Elisa De Caro, a demanda tem aumentado e o Estado tem recebido muitas nacionalidades.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também