Prevenção a suicí­dio é tema abordado em palestras e “Campanha Janeiro Branco“ pode virar Lei em Balneário Camboriú

Um tema que tem chamando a atenção das autoridades do país e no Estado de Santa Catarina são os altos índices de suicídios e tentativas principalmente em jovens e crianças. Em um pequeno comparativo local, somente Balneário Camboriú/SC, nos primeiros quatro dias do ano, registrou oficialmente quatro suicídios e uma tentativa, conforme informou a psicóloga, Miriam Pereira ao Santa Catarina News.

Miriam é engajada em ações de valorização a vida e prevenção ao suicídio. Hoje ela e mais dois voluntários, Hector Shapiro e Eduardo Abella dividem seu tempo entre atividades profissionais e a realização de palestras pelo município de Balneário Camboriú para que mais pessoas comecem a refletir sobre a importância da saúde mental. Já que muitos se preocupam e se dedicam a saúde física e não dão importância a prevenção de patologias da mente.

“As palestras iniciaram em Janeiro de 2019, como atividade integrada da Campanha Janeiro Branco – mês estipulado nacional e internacionalmente para chamar a atenção das autoridades públicas para questões de ordem psicológica, buscando incentivar as pessoas a investirem em mais saúde mental  ao longo de todo o tempo”, explicou Miriam.

As atividades de prevenção ao suicídio em Balneário Camboriú vão prosseguir por todo o ano, são voluntários agindo em novas frentes, tentando levar esclarecimentos sobre causas, consequências e tratamentos de depressão, dependência química e outros fatores que levam as pessoas em pensar tirar a própria vida.

Preconceito
Miriam explicou que o preconceito atrapalha e em alguns casos impedem pessoas mais cépticas de enxergarem pedidos de socorro de um possível suicida. “As pessoas ignoram alguns avisos com os mitos que quem fala não faz, eu mesma utilizo as redes sociais para informar as pessoas sobre psicoeducação, desmistificando a saúde mental e tentando diminuir o preconceito”, alertou a psicóloga.

Lei em Balneário Camboriú
Está previsto para entrar em votação no próximo dia 07, na Câmara Municipal de Balneário Camboriú, às 18 horas, a Lei que institui a “Campanha Janeiro Branco”, como marco temporal estratégico para as instituições refletirem, debaterem e combaterem o adoecimento emocional no município. “A campanha existe desde 2014 no Brasil e foi idealizada pelo psicólogo mineiro, Leonardo Abrahão. A partir de 2017 a campanha foi para redes sociais e ganhou o mundo, divulgando a importância dos cuidados com saúde mental das pessoas”, comemorou Miriam.

Expectativa 
Miriam agradece a iniciativa do vereador Omar Tomalih, presidente da Câmara Municipal de BC, que abraçou a causa e colocará o tema em discussão no dia 07 de maio, mas ainda espera que outras entidades participem efetivamente do projeto, “Nossa expectativa é que a prefeitura do município também realize ações e parcerias com outras entidades, nessa mobilização, colocando em pauta e chamando a atenção da temática para a população local e para os turistas que frequentam o município em Janeiro”. Concluiu.

Políticas públicas
O presidente Jair Bolsonaro (PSL) sancionou, no dia 26 de abril, a Lei nº 13.819 que institui a Política Nacional de Prevenção da Automutilação e do Suicídio. O texto, de autoria do ministro da Cidadania, Osmar Terra, foi publicado no Diário Oficial da União de 29 abril, e estabelece medidas para diminuir as tentativas de suicídio, os suicídios consumados e os atos de automutilação no Brasil.

Serviço
Você pode encontrar mais informações sobre a Campanha Janeiro Brancas pelas redes sociais:
Instagram – Janeiro Branco BC – https://www.instagram.com/janeirobrancobc/
Facebook – Janeiro Branco Balneário Camboriú – https://www.facebook.com/janeirobrancobc/
Whatsapp 047 98406 9211 – Miriam Pereira, psicóloga clínica.


Encontro realizado no Friends Litoral em 14 de abril – Foto instagram

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também