Pré-lançamento do livro ”O Teatro em Comunidades Periféricas” terá última transmissão ao vivo neste domingo

Depois de fazer uma live para apresentar seu livro no dia 2 de agosto, reunindo convidados especiais, leituras de trechos da obra pelo Abismo Teatro de Grupo e de apresentações artísticas do Grupo Canto do Povo, Cristóvão Petry fará uma última transmissão ao vivo para o pré-lançamento de “O Teatro em comunidades periféricas – Uma trajetória desenvolvida no bairro Itinga (Joinville/SC)” no próximo domingo, dia 16 de agosto, às 16 horas. A live será feita pelas redes sociais da Ajote – Associação Joinvilense de Teatro (facebook.com/Teatroemjoinville e youtube.com/channel/UCalVDQ08QGtCB41JkQr84-Q) e irá contar com a participação da professora da Unirio, Marina Henriques Coutinho, do Abismo Teatro de Grupo. Será reproduzido ainda um vídeo documentário com trechos de espetáculos. O recurso da venda dos livros na live, a R$ 10, será destinada à Ajote. 

Sobre o livro:

O livro é uma complementação da dissertação de mestrado em teatro, realizado na UDESC, em Florianópolis/SC, e defendida por Cristovão Petry em 2016, sob orientação da professora Dra. Márcia Pompeu Nogueira (1952/2019). A obra propõe uma análise do trabalho social e cultural de uma comunidade periférica de Joinville, com quase 30 anos de atividades culturais, atravessando diversas fases e envolvendo muitas pessoas. “Trata-se de uma sistematização de experiências e análise da produção feita a partir da minha vivência pessoal. O olhar é complementado através do encontro com pessoas que fazem parte desta jornada, do material documental coletado e das referências bibliográficas. A Associação dos Moradores e Amigos do Bairro Itinga, a Amorabi, e o Abismo Teatro de Grupo são os espelhos desta trajetória que mantém vivo ainda hoje um projeto solidário, e muitas vezes solitário, de arte e cultura num lugar distante, onde os direitos sociais ainda não estão garantidos. A análise destes materiais representa uma nova reflexão desta história ampliando o horizonte de seu significado”, explica Petry. A publicação tem o Patrocínio do Simdec, Prefeitura de Joinville e Secretaria de Cultura, através de um projeto proposto por João Vitor França aprovado no Mecenato 2017. Conta com o apoio da Amorabi, Abismo e Casa Iririú. 

Sobre o autor: 

Cristovão Petry é ator, diretor e produtor cultural.  Mestre em Teatro pela Udesc (Florianópolis/SC) e graduado em História, pela Univille (Joinville/SC). Tem experiência no desenvolvimento de projetos, principalmente nas áreas sociais e culturais. Destaque para a participação na montagem de diversos espetáculos, como membro do Conselho Municipal de Política Cultural de Joinville, professor de Teatro Unoesc e de produção cultural no Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC). Pesquisa há mais de 15 anos o tema teatro e censura. Já foi presidente da Amorabi e membro da diretoria da Associação Joinvilense de Teatro (Ajote). 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também