Placas solares são instaladas em prédio de universidade de Santa Catarina com recursos da Celesc

Teve início a instalação de placas solares e demais equipamentos para geração de energia elétrica no teto do prédio da Reitoria e do Centro de Ciências da Administração e Socioeconômicas (Esag), na Universidade do Estado de Santa Catarina, no Campus I, no Bairro Itacorubi, em Florianópolis.

A obra faz parte de uma série de melhorias de eficiência energética viabilizadas com recursos financeiros de R$ 940 mil do Programa de Eficiência Energética das Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc).

Executado pela empresa Quantum Engenharia, o projeto que iniciou na sexta-feira (5), deve ser concluído até a próxima semana. Segundo o coordenador da Engenharia, Projetos e Obras da Udesc, Raimundo Nonato, o sistema entrará em funcionamento logo que a instalação for concluída. "Assim que a Celesc autorizar a ligação na rede, a universidade estará se beneficiando da energia produzida pelos equipamentos", afirma.

Além das placas solares, a iniciativa incluiu a substituição de 6,1 mil lâmpadas fluorescentes por lâmpadas de LED em diversos prédios e instalações do Campus I. Concluída em fevereiro deste ano, a medida deve resultar em uma economia de até 50% dos valores dedicados ao custeio da iluminação nesses ambientes.

Redução de consumo e economia

Ao todo, a expectativa é que o projeto, após concluído, proporcione uma redução de mais de 30% no consumo de energia na sede do Campus I, com economia de até 567 Megawatt-hora.   

Os projetos de eficiência energética selecionados pela Celesc buscam promover o uso eficiente e racional de energia elétrica por meio da troca ou do melhoramento do desempenho de equipamentos e sistemas.

Na Udesc, as ações fazem parte do Projeto Carbono Zero, previsto no Plano de Gestão 2016-2020, liderado pelo reitor, Marcus Tomasi, e pelo vice-reitor, Leandro Zvirtes.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também