Mutirão pretende alcançar mil voluntário na ação de limpeza do Rio Itajaí­-Açu no sábado

O mutirão de limpeza Juntos Pelo Rio e Contra o Aedes Aegypti segue com inscrições abertas para a participação da comunidade. Os interessados podem efetuar o cadastro online neste link para garantir o certificado de horas complementares. As inscrições para voluntariar-se na ação de limpeza do Rio Itajaí-Açu também podem ser realizadas pessoalmente no dia do evento, neste sábado (23). A 8ª edição pretende alcançar mil voluntários.

Pessoas com embarcações de pequeno, médio ou grande porte também podem participar e devem se inscrever pelo e-mail [email protected] ou entrar em contato pelo telefone (47) 3341-8065, na Gerência Meio Ambiente do Porto de Itajaí. Barcos ou jet skis que estejam com a documentação em dia serão aceitos e o piloto precisa ter habilitação específica.

Organizado pelo Município de Itajaí, por meio do Porto e do Semasa, com o apoio de instituições públicas e privadas, o mutirão buscar ampliar o próprio alcance, que no ano passado reuniu 800 pessoas e recolheu mais de 10 toneladas de resíduos. Os certificados de horas desta edição estarão disponíveis, 10 dias após o evento, no site da inscrição.

O evento contará ainda com o monitoramento da Marinha do Brasil, Capitania dos Portos de Itajaí e Corpo de Bombeiros para garantir a segurança de todos os participantes.

Saúde e Sustentabilidade

O evento, alusivo ao Dia Mundial da Água (22 de março), surgiu em 2012 durante a primeira passagem da Regata Volvo Ocean Race por Itajaí. Desde então é realizado anualmente pelo município, agrega voluntários a cada edição e se consolida no alcance regional. Outros municípios, como Navegantes e Penha, também já aderiram à ação.

Desde 2016, a Secretaria de Saúde de Itajaí se uniu ao mutirão para reforçar o combate à proliferação do mosquito Aedes aegypti, por meio de blitze educativas. Ao todo, já foram recolhidas mais de 85 toneladas de resíduos em sete edições.

Em 2018, Itajaí assinou a Carta Compromisso de Mares Limpos, durante a Volvo Ocean Race, e se tornou a primeira cidade brasileira a abraçar a causa. O documento firma parceria com Organização das Nações Unidas (ONU) e prevê ações para redução do lixo marinho e conscientização da população.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também