Médico é preso suspeito de armazenar arquivos de pornografia infantil em computador de posto de saúde em SC

Um médico de 36 anos foi preso em flagrante nesta sexta-feira (22) em Herval d'Oeste, no Oeste catarinense, por armazenar conteúdo pornográfico com imagens de crianças e adolescentes. O material foi apreendido no escritório dele, em um posto de saúde no bairro Nossa Senhora de Fátima, informou a Polícia Civil.

De acordo com o delegado André Cembraneli, responsável pela investigação, foi cumprido nesta sexta-feira um mandado de busca e apreensão no posto após denúncias.

"Quando entramos no consultório, ele já se mostrou muito nervoso. Pediu se podia fechar um programa antes de entrarmos, eu disse: negativo", conta o delegado. Segundo ele, foi encontrado um programa de baixar arquivos com vários conteúdos suspeitos.

O médico foi preso em flagrante e, na delegacia, confessou ter baixado o material. "Ele disse que não chegou a ver todos os arquivos. Falou que tinha baixado o programa para baixar músicas. Uma vez teria procurado 'Anitta' e encontrou o arquivo 'Lolita'", conta o delegado.

O delegado disse que aguardava o resultado na perícia do computar para definir o crime, já que caso ele tenha também compartilhado arquivos pornográficos, o caso se torna inafiançável.

A suspeita é que a prática ocorria já entre 2 e 3 meses. O médico trabalha há 4 anos no posto de saúde e, segundo o delegado, a prefeitura tomou conhecimento do caso. A secretária de Saúde foi até a delegacia para mais informações.

Segundo o G1, reportagem não conseguiu contato com a prefeitura do município para saber se será aberto um procedimento administrativo contra o homem.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também