Empresa de Rancho Queimado é a primeira a comercializar azeite de oliva produzido, em Santa Catarina

Empresa de Rancho Queimado, na Grande Florianópolis, será a primeira no estado a comercializar azeite de oliva produzido em Santa Catarina. A colheita e produção finalizam em março. Segundo a empresa, todo o processo é feito ao lado do pomar, o que garante a qualidade do azeite de oliva.

A produção vem crescendo no país e muitos pequenos agricultores têm investido no negócio para aumentar a renda. É o que fez o casal de produtores Jester Macedo e Patrícia Silveira, que comemoram a primeira safra de azeitonas.

“ A nossa expectativa de colheita nesse primeiro ano é por volta 2.000 kg, com produção estimada de 200 litros de azeite. Para o ano que vem, esperamos pelo menos dobrar a produção e em 2030 a nossa expectativa é colher 50 toneladas de azeitonas e produzir cerca de 5 mil litros de azeite de oliva extra virgem.”

Depois do processo de extração do azeite, o próximo passo da empresa será desenvolver os blends, que são a mistura das variedades de azeitonas cultivadas, para depois envasar e distribuir.

Apesar do crescimento da produção, o Brasil ainda importa 98% do azeite de oliva consumido no país.

Produção
O azeite da empresa catarinense é extraído à frio, logo após serem colhidas as azeitonas. A rapidez do processo é fundamental para garantir a baixa acidez e a alta qualidade do azeite extravirgem.

O azeite de oliva extravirgem não utiliza produtos químicos na extração, tem aroma e sabor bem característicos, frutado. Sua acidez é de no máximo 0,8%. Este é o óleo mais puro e de melhor qualidade, com maiores benefícios à nossa saúde, pois mantém a maior quantidade de compostos fenólicos.

As principais variedades que estão sendo cultivadas pela empresa de Rancho Queimado são a arbequina, arbosana e koroneiki.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também