Meinecke Sistemas, de Santa Catarina, dobra carteira de clientes em seis meses após passar por programa de aceleração

Empresa foi selecionada em projeto interno da Mouts TI e recebeu suporte para crescer e já atende clientes em seis estados
Divulgação/Assessoria

A Meinecke Sistemas, empresa catarinense de tecnologia, dobrou o número de clientes atendidos nos últimos seis meses. O impulso que elevou o patamar da empresa, criada em 2011, foi dado pelo programa interno de aceleração criado pela Mouts TI, empresa do setor que atua em escala global, que analisou projetos apresentados por colaboradores e selecionou a Meinecke, que recebeu aporte financeiro e estruturação comercial e operacional para crescer em tempo recorde. 

O processo de aceleração foi iniciado em fevereiro e atualmente a empresa faz parte da Mouts TI, tendo o fundador Luiz Filipe Meinecke como um dos acionistas. Para Robson Cristóvão, diretor comercial da Mouts TI, o que fez com que a Meinecke fosse escolhida foi a solidez do projeto. 

“Já era a nossa intenção começar a acelerar empresas ou ideias dos nossos profissionais e a Meinecke foi a que veio mais organizada, já com uma carteira de clientes e mais estruturada para que a gente pudesse potencializar isso”, aponta, destacando que outros fatores também foram decisivos na seleção, como o crescimento do mercado onde a Meinecke atua e o potencial do produto – o sistema KOI. 

Sistema feito para ajudar amigo virou empresa

Luiz Filipe conta que o sistema foi criado para auxiliar um amigo que buscava melhorar a gestão da empresa que terceirizava prestação de serviços. Aos poucos e com as orientações do amigo sobre as necessidades do negócio, ele criou e seguiu aprimorando o sistema. Desenvolveu o primeiro aplicativo para gestão de empresas do segmento entre 2012 e 2013 e aos poucos foi tornando-se conhecido por oferecer uma solução que se adaptava muito bem a diferentes necessidades.

Esta é a característica que nomeia o sistema – a adaptação. KOI, em japonês, simboliza “carpa”, que tem como uma das principais características o poder de adaptação a diferentes ambientes. “A carpa se adapta ao tamanho do local que ela está e assim é o KOI. Por isso a Meinecke tem clientes de diferentes portes, de microempresas com apenas quatro colaboradores a organizações com 630 funcionários que utilizam o mesmo sistema adaptado às suas realidades”, explica o fundador. 

Na prática, o KOI é um ERP desenvolvido com foco em empresas de terceirização de serviços –  vigilância, portaria e limpeza – e tem entre as vantagens a facilidade de integração com outros softwares e planilhas de Excel, garantindo a importação e a utilização dos dados com segurança e eficiência. Os principais diferenciais do sistema criado pela Meinecke são a eficiência de cálculo de orçamentos, a integração e padronização entre todos os setores da empresa, e o demonstrativos de atividades operacionais, que garantem a segurança que as empresas do ramo necessitam. Com isso, potencializando a capacidade de informatização – e consequentemente de profissionalização – do negócio e a conexão entre cliente e empresa. 

“A margem de lucro de empresas de terceirização de serviço é consideravelmente baixa, a intenção do KOI é justamente aumentar essa margem e diminuir prejuízos. Para isso usa de cálculos para tornar o orçamento assertivo, a falta de atenção na hora de orçar pode comprometer todo custo provisionado, deixando a prestadora de serviço no vermelho. Além deste diferencial, dentre outros ERP´s, o KOI busca a conexão entre a empresa prestadora de serviço e seus clientes, tratando desta rotina com credibilidade, fidelizando seus clientes”, aponta Luiz Filipe.

Expansão acelerada

Após a Meinecke dobrar a carteira de clientes, atualmente o KOI é utilizado por empresas em seis estados brasileiros: Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Goiás – todas do segmento de serviços terceirizados. “Estamos dedicados a este setor, porque ele tem um potencial muito grande de crescimento e as empresas chegam a um ponto onde elas são obrigadas a profissionalizar a gestão. É aqui que nós atuamos”, explica o diretor comercial da Mouts TI, Robson Cristóvão. 

Com a participação no programa de aceleração, a Meinecke já passou por mudanças intensas, que impactaram – para melhor – o atendimento aos clientes. A própria evolução do sistema é um dos fatores apontados por Robson, pois além do suporte aos clientes ter sido qualificado, as atualizações passaram a ser mais frequentes: de uma por semestre para duas por mês. Além da melhora na performance do KOI, a empresa passou a ter uma política comercial de fato, tornando-se ainda mais competitiva.

Sobre a Mouts TI

A empresa jovem, que recentemente completou seis anos, acumula números expressivos. No período, a Mouts soma 800 projetos concluídos, 20 países atendidos e 2 milhões de pessoas impactadas. Hoje, a sede da empresa está em Blumenau/SC, contando ainda com escritórios em Florianópolis/SC e Campinas/SP, além de profissionais que atuam em projetos no mundo inteiro. 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também