Empresa em recuperação judicial agora pode até fazer financiamento durante o processo

Divulgação/Assessoria

Uma mudança na nova Lei de Recuperação Judicial e Falências, divulgada na última semana de março, é um alento para empresários de todo o Brasil.

A nova versão da lei, que começou a vigorar este ano, permite que o empresário faça financiamentos durante o processo de recuperação judicial.

Segundo dados atuais do Serasa Experian, muitos empresários aguardaram esta mudança para iniciar o processo de recuperação judicial. “Espera-se que este número aumente em 2021 em virtude destas facilidades”, explica o advogado Marcos Krahl, do BCK Advogados.

A Boa Vista, empresa especializada em crédito no Brasil, aponta que os pedidos de recuperação judicial podem aumentar em mais de 50%, sendo que, nos dois primeiros meses do ano, os pedidos de recuperação judicial aumentaram em

A nova Lei de Recuperação Judicial e Falências (14.112/2020) trata da recuperação judicial de empresas em dificuldades, além do parcelamento e do desconto para pagamento de dívidas tributárias e possibilita aos credores apresentar plano de recuperação dos devedores.

O objetivo da reestruturação foi facilitar a retomada das atividades de empresas em dificuldade, com o objetivo de manter o emprego na cadeia produtiva e acelerar a recuperação das companhias com problemas de caixa.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também