Dia Livre de Impostos 2021 será nesta quinta-feira

Divulgação

Para conscientizar a população sobre a alta carga de impostos e incentivar a simplificação tributária no Brasil, a CDL Jovem está promovendo o Dia Livre de Impostos (DLI) nesta quinta-feira, dia 27 de maio. Esta data marca o dia em que o cidadão brasileiro deixa de trabalhar somente para o pagamento de tributos municipais, estaduais e federais.

A ação deste ano consiste na venda de pizza 42,37% mais barata. Neste dia, cada unidade sairá por R$ 34,00, promovendo economia de R$ 25,00 referente aos impostos. Em todo o Brasil, os comerciantes que participam do DLI assumem o valor dos impostos incidentes sobre os produtos, mas os recolhem normalmente aos governos, pois o Estado não os isenta dessa obrigação fiscal. “A intenção é levar informação e conscientizar a população sobre a alta carga tributária que se paga em tudo que se consome, seja produto ou serviço. Também queremos chamar a atenção sobre a importância de promover uma reforma tributária efetiva com redução de taxas, desburocratização e simplificação”, afirma o presidente da CDL Joinville, José Manoel Ramos.

Segundo a coordenadora da CDL Jovem de Joinville, Joice Maria Cipriani, a ação é para conscientizar a população. “A tributação abusiva e a falta de retorno adequado aos contribuintes limitam o poder de consumo da população e nos mostra a falta de infraestrutura em nosso país”, revela.

Como comprar as pizzas sem impostos

As 200 pizzas serão comercializadas pela Pizza na Pedra e os sabores da unidade tamanho G (35cm de diâmetro/ 8 pedaços) que entram na promoção são calabresa, frango com requeijão, marguerita e quatro queijos.

A compra deve ser antecipada, com pagamento em dinheiro, débito ou pix no restaurante Pizza na Pedra (rua Ministro Calógeras, 1.484), telefones 3028-1868 e 9 9943-0950. A promoção é válida somente para o dia do DLI (27/5), com retirada no balcão das 18h às 22h. O regulamento completo está disponível no link: https://www.cdljoinville.com.br/regulamento-dli-2021/.

Reforma Tributária

A reforma tributária em debate no Congresso Nacional é acompanhada pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Joinville. A entidade entende que é preciso modernizar e simplificar sistema tributário brasileiro e, votar a reforma tem se tornado uma necessidade ainda maior diante da crise econômica provocada pela pandemia.

Em pesquisa realizada pela CNDL e pelo SPC Brasil no início do ano, 56% dos consumidores revelaram que o sistema tributário atual não é adequado para fazer negócios no Brasil. “Simplificar o sistema tributário e torná-lo mais eficiente é de suma importância para a sobrevivência dos negócios”, revela o presidente da CDL Joinville, José Manoel Ramos.

Sobre o DLI

O Dia Livre de Impostos nasceu para manifestar a insatisfação do brasileiro com a tributação abusiva que limita o poder de consumo da população, além de servir de freio para o crescimento econômico do país.

Em um ranking de 30 países, o Brasil é o 14º que mais arrecada imposto. E está em último como país que melhor retorna o dinheiro para a população.

O brasileiro trabalha em média 153 dias (5 meses) por ano só para pagar impostos. Apenas nos setores de maquiagem e eletrônicos as cargas tributárias são de 58% e 43%, respectivamente.

No Dia Livre de Impostos os lojistas participantes vão comercializar seus produtos com descontos no valor que normalmente é consumido por taxas de tributação.

A proposta do DLI é promover uma data de conscientização para a população sobre as altas cargas tributárias pagas no país. E como forma de materializar essa conscientização, todos os lojistas participantes comercializam produtos ou serviços isentos de impostos, arcando eles mesmos com os impostos descontados nesse dia.

Assim conscientizamos os consumidores quanto ao real impacto dos impostos em suas vidas e aumentamos o seu poder de consumo por um dia.

Saiba mais: https://dialivredeimpostos.com.br/.

Confira a média dos custos das cargas tributárias em diferentes segmentos:

Academia: 27%

Bebidas alcóolicas/cigarros: 43%

Bebidas sem álcool: 26%

Bijuterias: 34%

Bolsas e malas: 40%

Brinquedos: 34%

Cama, mesa e banho: 28%

Celulares: 40%

Chocolate: 34%

Estacionamento: 16%

Eletrodomésticos: 34%

Eletrônicos: 43% 

Higiene pessoal: 46%

Remédios: 31%

Restaurantes: 32%

Vestuário: 31%

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também