Comissão parlamentar tem o desafio de aliar turismo e questões ambientais em SC

A missão da Comissão de Turismo e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina é fomentar o turismo e, simultaneamente, ser parceiro atuante nas questões ambientais do estado. Esses são os desafios dos sete deputados estaduais que compõe a comissão. O deputado Ivan Naatz (PV) é o presidente e o deputado Fabiano da Luz (PT), o vice presidente da comissão.

“O turismo representa 14% do que se arrecada em Santa Catarina, mas pode ser mais”, comentou Naatz, eleito por unanimidade. Por outro lado, destacou o parlamentar, a reunião teve um deputado alertando sobre a questão da proteção do leão baio na região serrana e outro falando sobre os problemas que produtores rurais têm com as mortes causadas pelo animal. “São temas conflitantes, que exigem debate”, avaliou o deputado Romildo Titon (MDB), que também integra a comissão junto com Jair Miotto (PSC), Luiz Fernando Vampiro (MDB), Vicente Caropreso (PSDB) e Marcius Machado (PR).

A tendência é que o ritmo de trabalho seja intenso. De acordo com o presidente, o colegiado já recebeu requisições de audiências públicas e seminários, além de pedidos para auxiliar projetos que estão parados no Instituto do Meio Ambiente “há muito tempo”. Relator do Código Florestal Catarinense, Titon argumentou que, apesar de ter praticamente “salvado a vida de pequenas e médias propriedades”, há pontos da legislação criada em 2009 e revisada em 2013 que necessitam ser ajustadas, “pois há pontos que precisavam ser regulamentadas e o governo se omitiu de fazer.”

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também