Associação em SC quer estimular debate sobre uso da maconha como tratamento medicinal

Segundo o presidente Pedro Sabaciauskis, o assunto deve ser tratado "com seriedade e não com preconceito"

14.05.2019

Criada oficialmente em janeiro, a Associação Catarinense de Cannabis Medicinal, com sede em Florianópolis, já ajudou mais de 30 pacientes de doenças como epilepsia, depressão, fibromialgia e Alzheimer.

Segundo o presidente, Pedro Sabaciauskis, além de dar suporte medicinal e jurídico  – para obter autorização da Anvisa para importar a medicação ou um habeas corpus que dê o direito de plantar cannabis -, a entidade quer estimular a discussão sobre o assunto e a realização de pesquisas, com a criação de um grupo multidisciplinar. “Precisamos tratar o assunto com seriedade e não com preconceito”, afirma Pedro.

A iniciativa surgiu a partir do convívio com a avó, Edna, diagnosticada com o Parkinson há pouco mais de oito anos. No auge da doença, a aposentada não conseguia mais conversar claramente e faltava coordenação motora mas, segundo Pedro, o uso de óleo de CBD e THC começou a dar resultados em menos de uma semana.

Fonte: ND+

Voltar ao Topo

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Envie sua notícia

(47) 99262-4189

© 2019 SANTA CATARINA NEWS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
Livre reprodução, transmissão ou redistribuição dos conteúdos sem edição. Pede-se a citação do crédito.

Site desenvolvido por: