Centro de Eventos de Balneário Camboriú segue sem data para funcionar

Três meses após a inauguração, o Centro de Eventos de Balneário Camboriú, no Litoral Norte, ainda não começou a funcionar. O governo estuda qual será o modelo de concessão adotado para escolher uma empresa para administrar o local. Enquanto isso, deputados estaduais enviaram ao governo estadual um pedido para que a prefeitura assuma a gestão temporariamente. Mesmo inacabado, o Centro de Convenções e Eventos de Balneário Camboriú foi inaugurado em 23 de dezembro, com a presença de autoridades. O investimento na obra é de aproximadamente R$ 139 milhões. O local tem 33 mil metros quadrados.

Depois de três anos e meio de obras, faltam o ar-condicionado, o forro, as divisórias e os elevadores. Mas isso já está providenciado. O mais difícil é escolher quem fará a gestão do local. Ainda não saiu o edital para contratar uma empresa para administrar o Centro de Eventos. "A gente tem uma previsão otimista de que até o final do ano, em dezembro, na segunda quinzena de dezembro, a gente já possa conhecer a empresa vencedora. Isso se não houver recursos, que a gente sabe que é possível de acontecer", afirmou a presidente da Santur, Flávia Didomenico.

Enquanto isso, mais de 30 feiras e convenções já procuraram o Convention Bureau de Balneário Camboriú atrás de informações para reservar espaço. Os eventos costumam ser planejados com até dois anos de antecedência. Só que nada ainda pode ser feito. Além de estar com as portas fechadas, ainda não se sabe quanto custa para fazer um evento no Centro de Convenções e nem quem deve ser procurado para se obter essas informações. Na semana passada, deputados estaduais enviaram um pedido para o governo do estado autorizar a prefeitura a fazer a gestão temporária do Centro de Eventos, até que a concessão seja definida. A Casa Civil disse que ainda não recebeu oficialmente o documento.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também