Assassina de moradora de Tijucas pede transferência para Florianópolis por temer pela própria vida

Com medo de sofrer represália, Regiane Aparecida Rosa, acusada de matar com golpes de faca a jovem Ana Cleia Silvério no hospital de Tijucas/SC, teve o seu pedido aceito para permanecer em um presídio de Florianópolis. Ela foi transferida na última quinta-feira (02), das carceragens da delegacia de São José para o Presídio Feminino da Capital.

De acordo com o Delegado de Tijucas, Dr. Ricardo Melo, responsável pelas investigações, Regiane fez o pedido durante o depoimento na delegacia, após ter confessado a morte brutal na unidade hospitalar da cidade e a tentativa de homicídio contra o ex-companheiro.

Para o delegado, a acusada disse ainda temer pela própria vida após ter cometido o crime brutal, já que Ana possuía diversos amigos presos no Presídio Regional de Tijucas.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também